sábado, 21 de maio de 2005

Mais uma...

Foi por causa dessa que eu obriguei a minha mãe a comprar um compacto da Blitz. Tenho até hoje. Pena que só fui entender a letra muito tempo depois...



Blitz - Você não soube me amar


Sabe essas noites que você sai caminhando sozinho
De madrugada com a mão no bolso
(Na rua)
E você fica pensando naquela menina
Você fica torcendo e querendo que ela tivesse
(Na sua)
Aí finalmente você encontra o broto
Que felicidade (que felicidade)
Você convida ela pra sentar (muito obrigada)
Garçom uma cerveja (Só tem chope)
Desce dois desce mais
Amor, pede mais uma porção de batata frita
OK você venceu batata frita
Ai blá blá blá blá blá blá blá blá blá
Ti ti ti ti ti ti ti ti ti
Você diz pra ela
Tá tudo muito bom (bom)
Tá tudo muito bem (bem)
Mas realmente
Mas realmente
Eu preferia que você estivesse
Nu...a

Você não soube me amar
Você não soube me amar
Você não soube me amar
Você não soube me amar

Todo mundo dizia
Que a gente se parecia
Cheio de tal coisa e coisa e tal
E realmente a gente era
A gente era um casal
Um casal sensacional

Você não soube me amar
Você não soube me amar
Você não soube me amar
Você não soube me amar

No começo tudo era lindo
Tudo divino era maravilhoso
Até debaixo d'água nosso amor era mais gostoso
Mas de repente a gente enlouqueceu
Eu dizia que era ela
Ela dizia que era eu


Você não soube me amar
Você não soube me amar
Você não soube me amar
Você não soube me amar

Amor que que'cê tem
Cê ta tão nervoso
Nada nada nada nada nada nada

Foi besteira usar essa tática
Dessa maneira assim dramática (eu tava nervoso)
O nosso amor era uma orquestra sinfônica (eu sei)
E o nosso beijo uma bomba atômica

Você não soube me amar
Você não soube me amar
Você não soube me amar

(É foi isso que eu disse pra ela)
(É foi isso que ela me disse)

Oh! baby não!

2 Comentários:

Anonymous Sol disse...

hahahahahahahahaha, imagine se vc tivesse entendido a letra quando criança....
"Vc não soube me amar!"
Hahahaha, parece chantagem, rs, rs,rs.....
Meu tô tendo um ataque aki!!!!!

22 maio, 2005 00:51  
Blogger Underdog disse...

Eu preferia esta paródia aqui, alguém lembra desse museu?

Piu Piu de Marapendi
Eu Hoje Vou me Dar Bem


Aí malandragem
Sabe dessas noites que você sai de casa,
sozinho de madrugada igual a um bezerro desmamado,
com uma mão na frente e outra atrás,
pensando naquela gatinha que te deu um tremendo fora?

E aí­ de repente, gente boa, tu vê a menina na esquina,
sozinha, dando a maior sopa, mó bobeira
e aí­ quando tu vai se esticando, meu irmão
pinta o maior camburão na jogada fazendo a maior blitz, meu irmão

E os hômi cai cima:
- Aí­ malandragem, documento, mão pra cima!
E tu mete a mão no bolso e não tem os documentos
Aí­, e os homem vem com aquela conversa mole não
E tu acaba tendo que pagar a cervejinha, meu irmão

E aí­ eles te deixam ir embora
Que felicidade
Que felicidade
Que felicidade
Que felicidade, gente boa

E aí­ então você vai se chegando pra gatinha
cheio de segundas intenções
e solta uma tremenda cascata em cima dela:
- Aí­ meu amorzinho, o negócio é o seguinte, vamo lá pro Baixo Lebron
E ela aceita, gente boa!
Aí­ tu leva ela praquele barzinho, né

Chega lá, tu cheio de firula
puxa a cadeirinha e manda ela sentar
- Muito obrigada!
Aí­ chega o garçom, gente boa, aquele cara vestido igual um pingüim de branco e preto
e ela joga uma tremenda cascata em cima dele:
- Garçom, traz uma porção de batata frita?
- Que batata frita o quê, gente boa? Tá achando que meu dinheiro é o quê? É capim? Aí­ garçom, o negócio é o seguinte, traz um churrasquinho aí­, pode ser de gato, de preferência de gato siamês.
- Ai amor, churrasquinho de gato?
- Churrasquinho de gato sim, gente boa. Por quê? Tu tem alguma coisa contra os felinos?
- Amor, então paga um chope?
- Que chope o quê, gente boa? Aí­ garçom, o negócio é o seguinte: traz cachaça!
- Paga um chope!
- Cachaça!!
- Ah, paga um chope...
- Cachaça, meu irmão!!
- Paga um chope!
- Cachaça!!
- Chopp!!
- Ok, ok, você venceu... Garçom, traz cachaça, falou? O negócio é o seguinte, não dá ouvido a essa mulher não que ela é maluca, tá legal?

Eu hoje vou me dar bem
Eu hoje vou me dar bem
Eu hoje vou me dar bem
Eu hoje vou me dar beeeeem...

Aí­ nós ficamos ali né, meu irmão,
jogando conversa fora né,
E todo mundo que passava
dizia que a gente era um casal e coisa e tal
sensacional, gente fina, valeu irmão

E como a mulher falava palavrão, gente boa!!
Que coisa feia...
A mulher falava com a boca cheia de comida e cuspia no chão...

Mas no começo tudo era lindo e maravilhoso, né
Mas de repente, meu irmão, caiu um tremendo temporal
Mas mesmo embaixo d'água o nosso amor era mais gostoso...

Aí­ o garçom trouxe a conta.­..
- Aí otário, paga aí­!
Aí­ gente boa, a mulher enlouqueceu
Ela dizia que quem pagava a conta era eu
Eu dizia que quem pagava a conta era ela
E ela dizia que quem pagava a conta era eu

Aí­ eu falei:
- Aí,­ o negócio é o seguinte, sujou, morô? Eu não tenho dinheiro não!
- Não tem dinheiro? Não é possível... Não tem dinheiro? E o que que é isso aí­ no seu bolso?
- Nada, nada, nada, nada! Sai fora, gente boa! Sai fora!

Eu hoje vou me dar bem
Eu hoje vou me dar bem
Eu hoje vou me dar bem
Eu hoje vou me dar beeeeem...

Aí­ meu irmão, daí arrumamos uma tremenda confusão ali no botequim e saímos sem pagar, morô?

Aí­ ficamos passeando ali pelas areias de Copacabana, né
E eu pensando cá comigo:
- É o seguinte... Esse brotinho, gente boa, é muito bonitinho, morô? Eu acho que eu vou me amarrar...

Aí­ eu falei assim pro brotinho:
- Brotinho, o negócio é o seguinte, vem cá, amorzinho. Nós estamos aqui a uma porção de tempo né, se beijando e coisa e tal e eu ainda não tive tempo de perguntar qualé o seu nomezinho. Qual é, hein?
- Meu nome é Valdemar Ferreira.
- O que, gente boa? Valdemar, meu irmão?!
- Valdemar, Valdemar Ferreira!
- Não faz isso comigo não, gente boa!
- Valdemar...
- Polícia!! Polícia!! Aí­, segura o malandro aqui, gente boa, tá me assaltando! Polícia! Polícia!!
- Que isso, Piu Piu? Dá um beijinho aqui!
- Polícia!! Polícia!! Segura aqui o malandro!!

O nome dela é Valdemar
(vem casar comigo, Piu Piu!
O nome dela é Valdemar
(me dá um beijinho aqui, Piu Piu...)

O nome dela é Valdemar
O nome dela é Valdemaaaaaaaaar
O nome dela é Valdemar
(que bobeira mermão...)

23 maio, 2005 09:09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial