quarta-feira, 20 de outubro de 2004

Destino

Estou cada vez mais convencida de que destino não é algo “8 ou 80”. Não temos um plano traçado segundo a segundo nem somos levados pelo vento. Eu imagino que se colocarmos nossa vida em uma linha do tempo teremos pontos, que eu chamaria de milestones, e trechos contínuos. Estes milestones, são coisas que acontecem e não podemos evitar. Seja por karma ou desafios, que se transformam em oportunidades que temos de evoluir. Os trechos contínuos, são onde podemos agir. Aí, entra nosso livre arbítrio. Aqui decidimos se vamos reagir ou continuar reclamando da vida sem fazer nada para melhorar.

Hoje eu notei que estou passando por um milestone e tenho plena consciência que desta vez, isso está acontecendo da melhor forma possível. Não sei se é porque eu aprendi a identificar meus milestones ou se eu amadureci. Talvez, pelos dois motivos.

5 Comentários:

Blogger Underdog disse...

Concordo com você. Mas costumo comparar a vida com uma escola. Só quando se aprende a lição é que se passa de ano, para então vermos uma lição diferente. Há a repetência, mas não o retrocesso, ou seja, não se desaprende uma lição.
Normalmente no final do aprendizado, olha-se para trás e vê-se, nitidamente, as cabeçadas na parede que demos. Com o tempo, aprendemos a perceber quando um estágio está por se encerrar, e um novo irá começar.

Boa sorte na sua nova classe!

Beijos

25 outubro, 2004 08:25  
Blogger Éver disse...

A vida não tem bola extra!
Conheça um novo solo:
http://solourbano.blogspot.com/
antes que ele não esteja mais lá!
Tô te esperando com a YERBA BUENA e a ÁGUA QUENTE !!! (e troca teu bookmark, por favor!)

26 outubro, 2004 09:36  
Anonymous Anônimo disse...

Oi!!
Claro q a gente pode assistir "Os esquecidos"...
mas é drama....
Ou a gente pode assistir uma comédia...
sei lá...a gente vê isso, blz!!
Se vc quiser a gente pode ir na sexta mesmo, depois das 18:00, certo?!

03 novembro, 2004 01:40  
Anonymous Anônimo disse...

Wow, achei vocês! Demorei porque o Muro sempre demorava demais para abrir (aquele html tá bichado, só pode!).

Eu não acredito em destino "8 ou 80". Penso que podemos traçar nossos planos e procurar seguí-los mas sempre ocorrerão fatos que poderão nos levar para perto ou longe desses planos. Fazemos escolhas até sobre crescer ou continuar na mesma (alguns até a regredir no que já aprenderam). Mas é basicamente o que você escreveu, hehe!

Cybele da Casinha do Tobias
http://cybcarneiro.blig.ig.com.br/

03 novembro, 2004 23:36  
Anonymous Anônimo disse...

Taxi! Taxi!! Taxi!!!
Vamos assistir uma comédia.........
ahhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!
(atualmente eu só tenho ido ao cinema pra assistir drama e épicos....)rs.
A gente vê isso na hora, blz?

Sol

09 novembro, 2004 01:12  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial